Deixe a luz passar!

Deixe a luz passar!
Fiat lux!!!

quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Vício!

Era cedo.
Era tarde.
Éramos todos.
Era agora.
Era amanhã.
Éramos perdidos.
Era de mentira.
Era virtual.
Éramos, sem ao menos termos sido.
Era agonizante.
Era mórbido.
Éramos doentios.
Era um vício.

15 comentários:

  1. Sim, um vício. Mas um dia passa, como tudo que não é bom. VR

    ResponderExcluir
  2. Tudo já era; para começar a ser novamente...
    Para renovar-se e recomeçar!
    Linda poesia

    ResponderExcluir
  3. Zé tem gente que viaja, cautela!!!!

    ResponderExcluir
  4. Linda rosa. Também um dia será: Era uma rosa vermelha, muito bonita, com muito encanto.

    abraços

    ResponderExcluir
  5. tantas coisas eram para ser..

    Bela foto...Apesar de não gostar muito de rosas.
    até...

    ResponderExcluir
  6. Zé,

    Era amor? kkk

    O importante é que valeu.

    beijos da sua amiga paulista

    ResponderExcluir
  7. ...tudo é,
    e tudo sempre será,
    enquanto o coração
    ditar.

    bjusss

    ResponderExcluir
  8. Zé, Não importa como, mas era mesmo e pronto! Abração

    ResponderExcluir
  9. O importante é que é que um dia FOI......

    ótimo final de semana

    ResponderExcluir
  10. Ao anônimo(a) a respeito da viajem!
    É verdade;
    é necessário ter cautela;
    mas por vezes é necessária
    para liviar-nos o stress e o peso de tantas responsabilidades,às nossas e às vezes as que acumulamos de outrem...
    às vezes elas podem parecer pequenos passeios ,uma voltinha apenas;mas ainda assim são importantes e necessárias...
    é necessário ter cuidado sempre,não apenas com as "viajens";mas com a estagnação,com o comodismo;e também com a razão com o tempo todo de pés no chão...
    Quem não viaja raramente sonha ,abre-se-lhe o horizonte prá coisas novas...
    Mas ainda assim concordo contigo!é necessário cautela!
    Mas cautela para viajar e não viajar!
    Equilíbrio é o que se busca sempre ou é o que se deve buscar!
    Beijos no seu coração!Boa viagem acabaste de fazer!Rsrs

    ResponderExcluir
  11. ...adoro 'viajar',

    mas não sem antes
    consultar os
    roteiros de
    'viagens'

    que tão bem nos oferecem
    'cruzeiros' via mouse,
    nos proporcionando
    oportunidades de
    viagens intelectuais,
    inspiradoras, e iluminadas
    pelo simples prazer
    de 'viajar'...

    bj

    ResponderExcluir
  12. Oi Zé,

    O importante é que foram .....

    Tudo que vicia geralmente é bom.
    Lindo poema! Parabéns!
    Beijinhos e bom fim de semana

    ResponderExcluir
  13. Gosto das poesias de versos curtos. Aparentemente fáceis, no entanto, dá-se justo o contrário, é difícil escrevê-la e manter o ritmo - o foco principal deste tipo de poesia, além, é claro, do poder de síntese do poeta em descrever ações com um mínimo de palavras.
    O Manuel Bandeira era bom nisso e, pelo visto, você também, Zé!
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  14. Amor vício é pior que há.
    Vício, vício é o final do caminho.

    bj

    ResponderExcluir

Comente o que leu e tudo que julgar importante do seu ponto de vista, contido no blog. Sua opinião é valiosa para mim e me ajudará a aperfeiçoá-lo, bem como a mim mesmo. Obrigado. Valeu!!!