Deixe a luz passar!

Deixe a luz passar!
Fiat lux!!!

sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

Jabuticabas!!!


Um olhar firmemente conectado à alma.

Tal qual jabuticaba agarrada ao tronco mãe.

Era possível que houvesse algo mais a dizer.

No entanto, parecia que aquele olhar dizia tudo.

 

Não havia enigma.

A transparência das intenções não deixavam dúvida.

Mistério algum restava ali.

Tudo estava dito e bem dito.

 

Vi raios e trovões em grandes tempestades.

Vi calmarias e ventos brandos no mar daquele olhar.

Vi corredeiras a deslizar velozes naquele céu refletido.

Vi a dinâmica da vida naquele olhar florido.

 

Foi quando o filósofo disse que a dor chega, não importa quantos sorrisos tenham sido distribuídos ou guardados; é só uma questão de tempo.

Ele tem razão.

Mas, me pergunto se ele já viu as jabuticabas.

10 comentários:

  1. Oi Zé!

    Nossa que lindas essas fotos!!!

    Realmente Jaboticabas são MARAVILHOSAS!
    bjinhos

    ResponderExcluir
  2. rsrsr sabe, estou rindo. Lendo você hoje, os dois post, me senti pagando o preço por eu ter escrito algo que ninguém podia me entender.

    E sem você ter ido por lá, parece que seus textos falam com o meu.


    Fico feliz em ler um olhar conectado com a alma, olhar que diz tudo, com transparência.

    abraços, bom final de semana.

    ResponderExcluir
  3. ...assim que comecei a ler,
    me veio à mente o branco
    da flor da jabuticabeira...rss

    mas segui em frente para ver
    onde ia dar este 'caminho'.

    se é que entendi, vc fala
    do caminho, das intempéries
    do tempo, das dificuldades
    todas,
    e no final vem o fruto doce
    das vitórias...

    é isso, lindo?

    ResponderExcluir
  4. Oi Zé!

    Eu te vejo um poeta! Essa postagem foi uma das mais profundas que li nestes meus tempos de Blog. Pode até parecer mentira, mas é muito profundo tudo isso que escreveu.

    Talvez muitas pessoas não entendam o seu significado, mas eu vejo a beleza em suas palavras que soam como poesia.

    Eu quero ver as jabiticabas também!
    Eu quero...

    Abraço meu amigo poeta!

    ResponderExcluir
  5. Obrigada, você entendeu o significado do que escrevi. Ficou confuso, muitos se confundiram, mas você foi em cima da questão.

    li emocionada o seu comentário.

    bom domingo!

    ResponderExcluir
  6. Te indiquei para o meme "6 coisas, 6 links". Visite meu blog para saber mais.

    ResponderExcluir
  7. ohhh

    tens razão o amor pode chorar por meus olhos !
    mas eu tento não chorar por ele.

    -> obrigada pelo carinho!

    ResponderExcluir
  8. Que lindo, Zé

    Pura verdade. Apesar das interperes os frutos veem. Pequenos ou grandes, mas, sem dúvida, doces. Ou não!


    beijos

    ResponderExcluir
  9. Sabe o que tenho de mais precioso na minha casa?
    Um pé de jabuticaba...
    Fico namorando seu verdejar, seu florescer, seus frutos...
    Amo jatuticabas... acho que amo mais apreciar o tronco cheio de frutas.
    beijo, Zé

    ResponderExcluir
  10. Se um filósofo moderno, acredito que não. Escreveu um belo poema-analogia.
    Agora, aqui entre nós, há muitos entre essa garotada de vinte anos para baixo - especialmente os nascidos na capital, que além de não conhecerem a jabuticaba, jamais avistaram um pé desta preciosa fruta.
    Um abraço!

    ResponderExcluir

Comente o que leu e tudo que julgar importante do seu ponto de vista, contido no blog. Sua opinião é valiosa para mim e me ajudará a aperfeiçoá-lo, bem como a mim mesmo. Obrigado. Valeu!!!